Astrologia Aprofundamento - Capítulos, Recados e Reflexões

MFML5105

Astrologia Aprofundamento - Capítulos, Recados e Reflexões MFML5105
Livros
Price : 19.8 EURIn stock

PREFÁCIO

A Astrologia era e é a respiração da Maria Flávia.

Filha dos Condes de Monsaraz, herdou do pai e do avô o gosto pela poesia, tendo sido ela a terceira geração de poetas da família.

Cedo ingressou na Escola Superior de Belas Artes, em Lisboa, onde concluiu o curso de escultura com alta classificação, que lhe valeu uma bolsa na Escola de Artes Decorativas em Paris e a conduziu ao mundo da Tapeçaria.

Solitária e silenciosamente, trabalhava juntando vários fios, os das composições que criava e os fios infinitos das interrogações que a sua alma constantemente lhe colocava.

Nesta altura nasceu o seu único filho que ela amava profundamente.

É curioso verificar que durante estas duas criações, a do filho e a das composições que executava, começou a estudar Astrologia.

Foi nesta escrita sagrada, simbólica e inteligente, manifestando o projeto Divino, que encontrou as respostas sobre a sua verdadeira identidade.

Dotada de uma inteligência superior, criativa e generosa, não descansou até partilhar com os outros esta sua descoberta, fundando em Lisboa no ano de 1987 o Quiron, a primeira Escola de Astrologia em Portugal.

Foi este o enorme projeto da sua vida.

Apesar de tantas adversidades que atravessou, nunca desistiu da procura de um conhecimento maior e de o ensinar a todos os que em liberdade a procuravam, esperando e respeitando o tempo de cada um.

Acreditou sempre no rigor da ordem universal, a integrá-la em si e a ser-lhe fiel, pois só assim seria possível evoluir, ultrapassando as defesas do ego e a barreira do medo.

Era convicta na sua missão em “avivar“ memórias, pois todos nascemos com a suspeita e o sofrimento da unidade perdida que é urgente resgatar.

Deu a mão e o coração a milhares de pessoas por este mundo, orientando-as no caminho da Sabedoria e da Luz.

Dizia frequentemente:

“A Alma é isso que em nós sente.

O Espírito é isso que em nós sabe.

Há que unir o pensar e o sentir, para poder saber.”

“As almas querem o mesmo”, repetia muitas vezes. As almas querem o Amor na Verdade e na Fé, mesmo que apenas consigam atingir as franjas deste desejo absoluto.

“Amar é unir do mais solitário e dissociado ao mais integrado e fraterno.”

A Maria Flávia deixou-nos com a dignidade que sempre a acompanhou e com uma necessidade infinita de transmitir tudo quanto sabia e acreditava.

Partiu com um sorriso levada por uma estrela, que com brilho e doçura a conduziu para outra dimensão, reconhecendo a sua Fidelidade ao projeto de uma Vida Maior.

Maria de Lourdes Osório

Páginas:193